Mônica Dioconde

Criação coletiva de um aplicativo mobile: a contribuição de programadores e gerente de projeto de tecnologia da informação na criação.

Este artículo fue publicado en la Biblioteca Digital
de la Universidad Católica Argentina » Descargar PDF.

Usualmente os programadores são envolvidos no processo de criação apenas quando a ideia está “pronta” para execução, sendo envolvidos somente nas soluções de tecnologia. A presente pesquisa aponta como objetivo possibilitar a integração dos programadores durante todo o processo de criação do serviço a partir de discrição de um estudo de caso.

Sabe-se que trabalhar com foco no usuário aumenta as chances de aceitação de um novo serviço, o que favorece a priorização das funcionalidades centradas nas necessidades dos clientes- alvo e não nas restrições de negócio ou de tecnologia. Aproximar o projeto dos potenciais clientes ainda na fase de pesquisa permite que as ideias sejam experimentadas e aprimoradas de forma que os testes sejam fonte de aprendizado e não apenas validação de algo finalizado, evitando retrabalho em fases avançadas de desenvolvimento.

O contato com os potenciais usuários ainda contribui para a motivação e integração das equipes de desenvolvimento e negócio, gerando o entendimento que o contexto de uso do usuário final pode ser muito diferente das experiências e realidade da equipe.

Mônica Letícia Dioconde

Universidade Positivo

Arquiteta da informação, trabalha com pesquisa e desenvolvimento digital no jornal Gazeta do Povo. Graduada em Design Gráfico pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná(2013), atualmente cursando Especialização em Design Centrado no Usuário na Universidade Positivo (2013 – 2014). Possui experiência na área de web design e design centrado no usuário, tendo trabalhado nas áreas de e-commerce, internet banking, sites educacionais e comunicação.
Currículo Lattes