02

Anomalous Behavior Identification using Statistical Analysis of Large Scale User Interaction Data

Este artículo fue publicado en la Biblioteca Digital
de la Universidad Católica Argentina » Descargar PDF.

The challenge of identifying usability problems in interactive applications has been dealt with by companies for decades, but the amount of issues found in production systems illustrates how far we are from a widely usable solution. Economic constraints limit the number of interaction designers involved with an application, as well as the lifecycle phases in which they are involved. Additionally, the number of users that take part in usability tests is severely constrained by schedule and budget.

The automatic monitoring and processing of large amounts of interaction data has been enabled by recent advances in cloud infrastructures and distributed computing. More than ever, it is nowadays feasible and relatively straightforward to collect, store and process data from numerous aspects of user behavior.

The integration of statistical analysis of large scale user interaction data into a user centered design process, presented by the authors in an earlier work, can significantly improve the chance of identifying usability problems in certain classes of applications. It represents an economically viable approach to allow an extended engagement of interaction designers in the application development and maintenance, simultaneously allowing larger samples of users to be included in usability studies.

In this work, an expansion of the approach is proposed, leveraging the concept of ‘task’ as defined in the ISO 9241-11 to create the basis for the automatic identification of anomalous interaction behavior. Here, ‘anomalous’ is understood as any statistically significant deviation from the expected interaction behavior with the application been evaluated, as defined in the implemented information architecture and navigation flow.
With that, we argue, a relevant new tool to support the usability evaluation process is created, uncovering interaction patterns not easily identifiable by other means, pinpointing related usability problems.

Paulo Urbano

CESAR

Possui graduação em Ciências da Computação pela Universidade Federal de Pernambuco (1998) e mestrado em Tecnologia da Informação pela Universität Stuttgart, Alemanha (2001) com concentração em Sistemas Embarcados e Automação Industrial. Trabalhou como pesquisador e professor assistente no Institut für Automatisierungs- und Softwaretechnik, Alemanha, de 2001 à 2004. Desde 2005 é pesquisador do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife, atuando como coordenador técnico do Grupo de Sistemas Embarcados. Tem experiência na área de docência, orientação acadêmica de pós-graduação e gerenciamento de projetos de inovação de sistemas de computacionais embarcados, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento de sistemas confiáveis, sistemas preditivos e prescritivos, análise de dados de larga escala.

Rodrigo Cruz

CESAR

Possui graduação em Desenho industrial Projeto do Produto pela Universidade Federal de Pernambuco (2001). Há 15 anos atua como designer. Possui experiência na área de interface para software e desenvolvimento de jogos para celular, desenvolvendo e coordenando equipe de arte no porting e execução de mais de 15 títulos. Forte atuação em desenvolvimento 3D para Mobile. A mais de 5 anos atua como designer de interação, participando de pesquisas de campo e protótipos para testes com usuários. Foi um dos organizadores do Interaction South America 2010 em Curitiba.

Tâmara Duarte

CESAR

Pesquisadora em testes de usabilidade, Mestranda em Engenharia de Software (CESAR.EDU). Especialista em Design de Interação de dispositivos móveis (CESAR.EDU). Formada em Ciência da Computação pela UNICAP. Atuando desde 2006 com Qualidade, Testes de Software, Engenharia de Requisitos, Certificações MPS-BR e CMMI, Metodologias de Gestão e Execução de Projetos e Processos. Forte atuação como Engenheira de Requisitos em projetos Motorola nas empresas Qualiti, Mv Sistemas, CESAR, Unimix, UI2 e Cin-UFPE. Especialista em Certificações e Metodologias ágeis em Desenvolvimento de Projetos de Softwares. Trabalhou como Consultora e Instrutora da Provider Processos em Engenharia de Requisitos e Processos. Atuou como Gerente de Projetos da Improvess IT Mentoring. Atualmente é Analista de Testes no CESAR SUL (Certificada CTFL).